Sayonara, Honda!

honda_adeus1O meio da F-1 não é pródigo em nos fornecer notícias bombásticas. Dado o nível de especulação que ronda a categoria, a grande maioria dos anúncios, quando feitos, têm aquele ar de “isso já foi dito”. Não é o caso, porém, da notícia de que a Honda está deixando a F-1.

E, ao meu ver, a questão esportiva foi uma mera desculpa para essa retirada. Pesou – e muito – a tão falada crise financeira. Uma atividade como a F-1, que movimenta montantes altíssimos, não poderia passar ilesa pela tempestade econômica que abala o mundo. A Honda encolheu 32% nos EUA, o mercado de automóveis mais importante do mundo. Desta maneira, tornou-se inviável manter o time de F-1, que figurava em quarto no ranking dos orçamentos: US$ 398,1 milhões.

A meta, agora, é vender a estrutura montada pela Honda. Isso, ao que parece, está a cargo de Nick Fry e Ross Brawn. Já os pilotos ficam sem saber para onde vão. Pior para Barrichello, que agora não tem para quem chorar uma vaga. Bruno Senna é outro que, por enquanto, está a pé. Tem mais chances que Rubinho, por ter como negociar uma vaga à base de patrocínio. Em prol do experiente está justamente a bagagem adquirida em anos de F-1, o que pode pesar no caso da equipe ser vendida.

Fato é que essa história da Honda pode ser apenas a primeira de uma série. A presença cada vez maior de montadoras – que vêem a F-1 como negócio – é um indicativo de que, em momentos de crise, a categoria pode perder participantes. Resta aguardar o desfecho da história.

Adendo – Fato é que a questão esportiva é apenas uma desculpa que a Audi, uma das montadoras mais vitoriosa em competições como a Le Mans, está saindo de cena por causa da questão financeira.

Anúncios

3 Responses to “Sayonara, Honda!”


  1. 1 Ron Groo sexta-feira, 05/12/2008 às 13:40

    Tivemos visões um tanto diferentes do epsódio. Mas também não deixo de crer – em parte – dos motivos que explanou aqui.

  2. 2 Rodrigo Lara sexta-feira, 05/12/2008 às 14:49

    A gastança desenfreada, sem planejamento, gerou o fracasso esportivo. Sem crise, duvido que, mesmo com resultados pífios, eles não alinhariam seus carros por anos a fio. É diferente do caso da Renault, que deixa claro que, sem resultados, cai fora.

    Sendo assim, acredito piamente que a questão esportiva é uma mera desculpa para ver que “estamos gastando os tufos”.

  3. 3 SAVIOMACHADO` domingo, 07/12/2008 às 09:41

    Ótimo post Rodrigo. Eu comentei no BligGroo que a situação é caótica em muitos lugares, não só na Fórmula 1. O ano de 2009 vai ser muito diferente. Eu só acho que Rubinho tinha que ter uma chance de se aposentar com mais dignidade. Encerrar assim é uma lástima.
    Grande abraço.
    SAVIOMACHADO


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Quem acelera aqui

Rodrigo Lara é jornalista e tem 24 anos. Viciado em esportes, curte especialmente aqueles que reúnem gasolina, velocidade e carros.

@ Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

O passado está aqui

Categorias

Blog Stats

  • 12,837 hits

Posts por data

dezembro 2008
S T Q Q S S D
« nov   jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Quer comprar artigos importados?


%d blogueiros gostam disto: