Posts Tagged 'Bruno Senna'

McLaren confirma Bruno Senna para 2010

Ao que parece, os testes de Bruno Senna com um Mercedes da DTM não foram à toa. Em um comunicado enviado para a imprensa, a McLaren acaba de confirmar que o sobrinho do tricampeão mundial Ayrton Senna será um dos ocupantes do cockpit da equipe prateada em 2010. É o que afirma o jornal inglês News of the Month.

Bruno irá substituir Heikki Kovalainen, piloto que não conseguiu se firmar na equipe anglo-germânica. Com resultados pífios, o finlandês irá ocupar a vaga deixada por Giancarlo Fisichella na Force India, que anunciou sua aposentadoria no final do Mundial 2009. A manobra, orquestrada diretamente por Norbert Haug, visa “colocar dois jovens talentosos, que têm plenas condições de levar a McLaren à conquista de títulos” em seus cockpits.

O piloto brasileiro se mostrou otimista com o chamado da McLaren. Para ele, “é um sonho se tornando realidade. Poder estar na Fórmula 1 e competir na mesma equipe que meu tio conquistou três campeonatos é simplesmente fantástico”.

Como parte da preparação de Bruno para a temporada 2010, o brasileiro irá acompanhar o time de Woking durante toda a temporada 2009. Essa aclimatação deverá começar já no GP da Malásia, no final de semana vindouro. Para ver uma foto do comunicado da McLaren à imprensa, clique aqui.

Anúncios

Sayonara, Honda!

honda_adeus1O meio da F-1 não é pródigo em nos fornecer notícias bombásticas. Dado o nível de especulação que ronda a categoria, a grande maioria dos anúncios, quando feitos, têm aquele ar de “isso já foi dito”. Não é o caso, porém, da notícia de que a Honda está deixando a F-1.

E, ao meu ver, a questão esportiva foi uma mera desculpa para essa retirada. Pesou – e muito – a tão falada crise financeira. Uma atividade como a F-1, que movimenta montantes altíssimos, não poderia passar ilesa pela tempestade econômica que abala o mundo. A Honda encolheu 32% nos EUA, o mercado de automóveis mais importante do mundo. Desta maneira, tornou-se inviável manter o time de F-1, que figurava em quarto no ranking dos orçamentos: US$ 398,1 milhões.

A meta, agora, é vender a estrutura montada pela Honda. Isso, ao que parece, está a cargo de Nick Fry e Ross Brawn. Já os pilotos ficam sem saber para onde vão. Pior para Barrichello, que agora não tem para quem chorar uma vaga. Bruno Senna é outro que, por enquanto, está a pé. Tem mais chances que Rubinho, por ter como negociar uma vaga à base de patrocínio. Em prol do experiente está justamente a bagagem adquirida em anos de F-1, o que pode pesar no caso da equipe ser vendida.

Fato é que essa história da Honda pode ser apenas a primeira de uma série. A presença cada vez maior de montadoras – que vêem a F-1 como negócio – é um indicativo de que, em momentos de crise, a categoria pode perder participantes. Resta aguardar o desfecho da história.

Adendo – Fato é que a questão esportiva é apenas uma desculpa que a Audi, uma das montadoras mais vitoriosa em competições como a Le Mans, está saindo de cena por causa da questão financeira.

Assusta…

brunosennabarc

Toni Albir/Efe

Confesso que essa foto me causou uma sensação estranha. As cores, o logomarca da Honda, o rosto e, por fim, o sobrenome.

“Sensação estranha” à parte, Bruno Senna começou o vestibular da Honda na frente de Lucas di Grassi. E diria que essa vantagem é mensurável: 1s169. Pensei na possibilidade de os dois terem andado com configurações distintas. Não foi o caso, como relata Fábio Seixas em seu blog.

Se Senna ganhar a vaga, que seja desta forma. Por sua velocidade e não por possíveis acordos comerciais.

(E, se me permitem um observação pessoal: eu, como jornalista e fá declarado de Ayrton, sinto um certo frio na barriga ao escrever sobre “Senna na F-1”, mesmo que seja no caso do sobrinho.)

Outro que andou bem foi Sébastien Loeb. Foi o 8º com a Red Bull, colocando inclusive a Ferrari no bolso. Gênio é gênio.

Nada muda

nelsinhoalonsoNelsinho e Alonso ficam na Renault. Essa é a notícia uma das notícias do dia. Acredito que seja o melhor para a equipe francesa. Alonso é o grande piloto da F-1 atual e, desde que deixe um pouco de lado o seu lado desagregador, o que parece que vem acontecendo desde o meio da temporada. Com a cabeça no lugar, o espanhol é extremamente técnico e rápido e também tende a ajudar a equipe fora das pistas, tanto no que se refere ao acerto do carro quanto à questão motivacional.

Já Piquet terá a grande chance de – já habituado com o funcionamento da Fórmula 1 – mostrar do que é capaz. Não acredito que seja um fenômeno, mas também não é um zé-ninguém que está lá apenas pelo sobrenome.

É capaz de bater Alonso? Duvido. Mais pela qualidade do espanhol do que por sua falta de habilidade. Mas é capaz de andar próximo sim e, com o novo regulamento – que tende a valorizar mais o piloto –, tem boas chances de ter uma temporada melhor do que a de 2008.

Com a confirmação de Nelsinho, o Brasil deverá ter, no mínimo, três pilotos na próxima temporada. Di Grassi e Senna disputarão uma vaga na Honda. Esse teste parece ser mais decisivo para Lucas, já que, caso Senna não seja aproveitado na equipe japonesa, ele ainda tem uma boa chance ficar com uma das vagas na Toro Rosso. Já Rubinho, bem, esse parece cada vez mais longe da F-1.


Quem acelera aqui

Rodrigo Lara é jornalista e tem 24 anos. Viciado em esportes, curte especialmente aqueles que reúnem gasolina, velocidade e carros.

@ Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

O passado está aqui

Categorias

Blog Stats

  • 12,843 hits

Posts por data

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Quer comprar artigos importados?